Psique: A dela

Considerações e neuroses de dias por planear

2006-11-26

Assim, desde 1997


Esta história começou em 1997.
Quer dizer para ser mais precisa começou muito antes.
Sempre fui dada às Artes e às Manualidades, e como gostava de marcar a diferença, comecei a fazer os meus próprios cadernos.
Não com colagens de ídolos (não os tinha) mas com composições e posteriormente feitos por mim de ‘fio a pavio’.
E as pessoas começaram a perguntar: “Porque não tentas vender, são tão giros!”; “Tens que experimentar vender.”
E em 1997 lá tentei e consegui.
Assim começou uma história de artesã com matéria prima por excelência: O papel.
Os produtos foram evoluindo.
A minha vida também e a Bolsa de Estudo mais o que recebia pela venda dos cadernos foram pagando o meu curso e alguns extras.

Agora sinto que preciso voltar a criar (passo por ciclos assim) senão embruteço, vou reunir os meus pais que vim comprando (e guardando) ao longo do tempo e vou por mãos à obra em produtos exclusivos.

Veremos no que dá!

3 Comments:

At 2:15 da manhã, Blogger magarça said...

Fico ansiosamente à espera do resultado. E já ando à procura de prendas para o Natal ;) Bom trabalho!

 
At 10:11 da manhã, Anonymous Cientista said...

Finalmente, que já não era sem tempo. E eu não me posso queixar, que tenho o meu, my very own, prenda estimada :)

Quero ver tudo!!

 
At 1:37 da manhã, Anonymous MJ said...

Psique, estive a ler a tua mensagem e estou bastante admirada da palavra "pais", que tu dizes que tens vindo comprando (e guardando) ao longo do tempo. Quero que me expliques isso ou eu estou a entender muito pouco o teu português.

 

Enviar um comentário

<< Home